Fernando Cury vai a Brasília em busca de recursos para Botucatu e região

Parlamentar participou de reuniões nos Ministérios e em gabinetes de senadores e deputados federais

Por DaCidade 21/10/2016 - 18:07 hs

Fernando Cury vai a Brasília em busca de recursos para Botucatu e região
Imagem divulgação

Foram dois dias de muito trabalho para a comitiva de Botucatu que esteve em Brasília para apresentar projetos e solicitar recursos para diversas cidades.

De acordo com o deputado estadual Fernando Cury, as reuniões foram positivas e resultaram em excelentes notícias. “Estive na capital federal nos dias 19 e 20 de outubro, acompanhado do meu irmão e atual prefeito de Botucatu, João Cury, e do nosso vice prefeito eleito André Peres, que inicia seu mandato em 2017. Andamos pelo Senado e pela Câmara dos Deputados e conseguimos voltar com muitas novidades”, disse.

Um dos encontros foi com o senador José Aníbal, que garantiu apoio a um dos pedidos feitos por Cury. “Na semana passada estive reunido com o Dr. Emílio Curcelli, superintendente do Hospital das Clínicas de Botucatu, e com o Dr. Pasqual Barretti, diretor da Faculdade de Medicina de Botucatu. Falamos sobre o projeto para a construção de um moderno Centro de Capacitação de Recursos Humanos para a área da saúde, que irá possibilitar treinamentos multidisciplinares, além de especialização e aperfeiçoamento dos profissionais. O projeto para reforma e ampliação do prédio está orçado em R$ 1,5 milhão, e essa visita a Brasília possibilitou levantar recursos para investir nesse Centro. A Unesp é a nossa menina dos olhos, afinal, todo o complexo do HC atende cerca de dois milhões de pessoas de quase 70 municípios, e lá, já existe uma realidade fruto do nosso trabalho, que é o Restaurante Bom Prato Saúde, o primeiro nesse modelo em todo o Estado”, destacou o deputado.

Ainda segundo o parlamentar, o trabalho na capital federal foi intenso. “Estivemos ainda com os deputados federais Orlando Silva e Baleia Rossi, solicitando apoio e a liberação de recursos não apenas para projetos de Botucatu, mas também para cidades da nossa região. Mantivemos contato com o senador Aloysio Nunes e com os deputados Arnaldo Jardim e Bruno Covas, sempre muito atenciosos aos nossos pedidos. Nesse momento de crise enfrentada pelo país, as Prefeituras sofreram muitos cortes e qualquer recurso liberado contribui de forma significativa para investir em melhorias para a população. Essa viagem a Brasília não teve qualquer cunho partidário, a nossa bandeira é trabalhar por Botucatu e região. O resultado dessa visita foi conquistar alguns milhões de reais para investimentos nas cidades”, completou Fernando Cury.

Viaduto – um dos assuntos tratados em Brasília pela comitiva de Botucatu foi o tão sonhado viaduto sobre a linha férrea, que vai ligar o Jardim Paraíso ao Jardim Cristina.

Fernando Cury participou de uma reunião com representantes dos Ministérios dos Transportes e do Planejamento, e recebeu informações importantes sobre o andamento do projeto.

“É uma obra que já está licitada e uma demanda antiga dos moradores dessa região, que vai ter uma importância muito grande para o trânsito, melhorando a fluidez no tráfego de veículos e desafogando vias principais de ligação entre bairros. Não devemos esperar as coisas acontecerem naturalmente, é preciso fazer gestão política e correr atrás de respostas para informar a população sobre as circunstâncias que envolvem a obra. É assim que temos que trabalhar, de forma integrada, para melhorar a vida das pessoas e ter as conquistas necessárias para a nossa cidade”, afirmou o deputado.

Fernando Cury esteve ao lado de André Peres, om; vice prefeito eleito de Botucatu, e do atual prefeito João Cury. “O processo licitatório já terminou, mas os recursos ainda não foram liberados. Onde se libera? No Ministério do Planejamento, e por isso fomos até lá, trabalhar para desatar o último nó e assim assinar o contrato com a empresa vencedora, para começar a obra o mais rápido possível. No Ministério dos Transportes está tudo muito bem ajeitado, e segundo a nossa reunião, teremos novidades em pouco tempo com a liberação do recurso, provavelmente em 30 ou 60 dias. Tivemos o posicionamento de que o montante necessário para iniciar a obra será liberado pelo Ministério do Planejamento após a publicação de uma portaria no Diário Oficial, e assim que esse dinheiro for liberado, será aplicado pelo Ministério dos Transportes nesse projeto do viaduto de Botucatu. Tivemos uma ajuda fundamental dos deputados federais Orlando Silva e Milton Monti, e dos senadores José Aníbal e Aloysio Nunes, para que dê tudo certo e que esse projeto tenha início o quanto antes”, finalizou João Cury.