Embraer anuncia novo plano de demissão voluntária

Empresa alega que medida atende pedido de três sindicatos. Primeiro PDV da empresa teve adesão de 1,4 mil trabalhadores no Brasil.

Por DaCidade 05/10/2016 - 12:37 hs

Embraer anuncia novo plano de demissão voluntária
Imagem divulgação

A Embraer anunciou que vai abrir um novo Plano de Demissão Voluntária (PDV) nesta quinta-feira (6). A medida é voltada apenas para engenheiros, técnicos de nível médio e secretários.

Segundo a empresa, a medida "visa atender à solicitação de alguns sindicatos, que informaram ainda haver empregados interessados em aderir ao plano". Além disso, contribui para a continuidade das ações da empresa para economia de US$ 200 milhões ao ano em despesas da companhia.

No começo deste mês, a empresa fez os desligamentos de 1,4 mil funcionários que aderiram ao primeiro PDV, aberto em setembro.

De acordo com a Embraer, o novo período de inscrições para o PDV termina em 11 de outubro. As inscrições serão avaliadas pela companhia nos dois dias seguintes e os empregados que tiverem a adesão confirmada terão seu desligamento realizado a partir do próximo dia 17.

O pacote oferecido é o mesmo já informado anteriormente. O funcionário terá direito a, além do pagamento rescisório, indenização de 40% do salário nominal proporcional ao tempo de empresa, direito a seis meses de plano de saúde e odontológico, e apoio em programas de palestras e workshops de qualificação.

Crise
No último trimestre, a Embraer sofreu prejuízo de R$ 337,3 milhões, revertendo resultado positivo, de R$ 399,6 milhões obtidos no mesmo período do ano passado. A companhia também cortou estimativas para entregas de aviões executivos e comerciais.

Com isso, a projeção de receitas líquidas neste ano teve queda para o intervalo de US$ 1,6 bilhão a US$ 1,75 bilhão ante previsão anterior de US$ 1,75 bilhão a US$ 1,9 bilhão. Nos últimos seis meses, o consumo de caixa da companhia foi de US$ 600 milhões.

Fonte G1