Dados e tecnologias: benefícios para o paciente são destaques no HCFMB

Dra. Irma de Godoy relata desafios e conquistas dos 6 anos de Autarquia do HCFMB

Por Contato 19/07/2016 - 16:31 hs
Foto: Núcleo de Comunicação HCFMB
Dados e tecnologias: benefícios para o paciente são destaques no HCFMB
Dados e tecnologias: benefícios para o paciente são destaques no HCFMB

Começando mais uma semana da série especial pelos 6 anos de autarquização do HCFMB, a entrevistada de hoje é a Prof.ª Titular Irma de Godoy, médica pneumologista, professora da Faculdade de Medicina de Botucatu e Chefe de Gabinete da Autarquia entre 2010 e 2015, que relata as dificuldades e as conquistas desde período, ressaltando que os maiores beneficiados do processo são os pacientes.

"Nem parece que faz seis anos de Autarquia e tive o privilégio de participar deste período todo de autarquização, desde a programação até a sua efetivação. Enxergo hoje como um processo que foi bastante difícil, mas absolutamente necessário. Representou um desafio e acho que foi a maior modificação pela qual esse Hospital passou, porque implicou numa separação de administrações entre o Hospital e a Faculdade, do ponto de vista de financiamento. As duas instituições teriam e têm que continuar trabalhando juntas, porque isso é fundamental para o sucesso de todo este processo.

Essa modificação trouxe benefícios em todos os sentidos, e o maior deles foi para a população de uma forma geral, porque foi ampliado o número de equipamentos de saúde que são geridos pelo Hospital e o acesso do paciente aos seus dados de prontuário e de história médica foi facilitado. Por exemplo, se o paciente vai até ao Pronto-Socorro ou ao Hospital Estadual, existe acesso aos dados que estão arquivados aqui. Os pacientes podem ser transferidos de uma Instituição para a outra sem prejuízo de seu tratamento, e isso foi um ganho muito grande para a população, pois melhora a qualidade e a guarda dos dados dos pacientes. 

Para a Instituição, também foi um ganho por conta deque houve a possibilidade e a sorte de entrarmos neste processo num período ainda de pujança econômica no Brasil e a gente conseguiu, então, acertar algumas questões tecnológicas, melhorando muito a tecnologia do Hospital nesse período.

Nós estamos ainda num período de acertar muitas coisas e de nos firmarmos junto a Secretaria com necessidades de financiamentos adequados. Eu acho que essa luta nunca vai acabar e vamos sempre estar trabalhando nisso. Mas eu acho que foi a decisão acertada, com todos os seus problemas. Todas as instituições estão passando por dificuldades, mas a nossa instituição teve a chance de crescer. Neste momento, temos que trabalhar para que se fortaleça, cada vez mais, a união entre a FMB e o HCFMB e a parceria do poder público da cidade com as duas instituições. Se estas estruturas trabalharem juntas, de forma harmônica, todos têm a ganhar. 

Para mim, a autarquização foi um desafio, mas foi muito prazeroso e um aprendizado único. Aprendi muita coisa sobre a Instituição, pois eu não sou formada em Botucatu, não conhecia o Hospital em épocas anteriores, mas foi a oportunidade de contribuir, em alguma coisa, para a Instituição, e isso é o grande objetivo na Administração. Parabéns por mais este ano, vamos ter muitos anos pela frente e sempre vai ser melhor, se Deus quiser".


Núcleo de Comunicação HCFMB