Unidade ecológica receberá 150 mil mudas em Pederneiras

Baru, Cambuí, Jaracatiá, Jequitibá e Copaíba são algumas das espécies que já estão sendo cultivadas

Por Da Cidade 29/06/2016 - 16:19 hs

As ações de sustentabilidade e de preservação do meio ambiente ganham força no mês verde, celebrado em junho. O desafio para as empresas é o de desenvolver uma gestão sob a perspectiva da sustentabilidade e da responsabilidade social. Alinhada com essa necessidade, a CART - Concessionária Auto Raposo Tavares iniciou o plantio compensatório de 150 mil mudas de diferentes espécies de árvores. A ação vai restaurar uma área de mata e promover a preservação do meio ambiente em 90 hectares com a criação de uma unidade de preservação ecológica na cidade de Pederneiras (a 44 quilômetros de Bauru). Com o plantio e o reflorestamento de áreas degradadas, a Concessionária está cumprindo sua responsabilidade de compensação ambiental.

A vegetação selecionada para a fase do plantio que vai até o final de junho, é típica de áreas de Cerrado e Mata Atlântica. As espécies escolhidas são baru - ameaçada de extinção no Cerrado brasileiro -, cambuí, jaracatiá, o imponente jequitibá da mata nativa brasileira, e a Copaíba. Os tipos mais representativos da nova mata em formação são as oito mil mudas de Canudo de Pito, árvore que atinge três metros de altura, e o Ingá Açu.

O período inicial de 36 meses reserva-se ao plantio e à manutenção, ações fundamentais para a consolidação de uma área de mata regenerada do Instituto Florestal do Estado de São Paulo. “A iniciativa da CART, além de compensar ambientalmente as intervenções necessárias às obras de ampliação do Corredor CART, regenera uma área importante de 90 hectares que já foi de mata e sofreu ultimamente com as queimadas ilegais. A criação dessa unidade de preservação em Pederneiras é uma prática da administração empresarial comprometida com a preservação do meio ambiente”, afirma o coordenador de Meio Ambiente e Sustentabilidade da CART, Osnir Giacon.

Além do trabalho desenvolvido na unidade de preservação ecológica em Pederneiras, a CART também planeja a restauração florestal de áreas às margens da rodovia sob concessão, preservando o meio ambiente.


Atuação socioambiental

Os projetos socioambientais da CART procuram integrar ao negócio da empresa o desenvolvimento econômico, social e ambiental das localidades onde atua. Desde 2010, a Concessionária é signatária do Pacto Global, iniciativa da ONU (Organização das Nações Unidas) que tem como objetivo mobilizar empresas para a adoção de valores fundamentais e internacionalmente aceitos nas áreas de direitos humanos, relações de trabalho, meio ambiente e combate à corrupção. O Comitê Interno de Responsabilidade Socioambiental mantém contato constante para o intercâmbio de informações e experiências, o planejamento de ações e o estabelecimento conjunto de estratégias, metas e objetivos.

Outra prática sustentável na empresa é a aplicação anual dos Indicadores Ethos, desenvolvidos pelo Instituto Ethos para empresas interessadas em avaliar sua gestão sob a perspectiva da sustentabilidade e da responsabilidade social. Os resultados geram um plano de ação para áreas diversas da empresa, que é monitorado periodicamente para a melhoria contínua de gestão.

Em parceria com o Instituto Invepar, são apoiados projetos que estejam alinhados à valorização territorial e desenvolvimento comunitário, buscando sinergia entre os resultados das ações de responsabilidade social e a presença das empresas do Grupo Invepar em cada região de atuação, de forma mais assertiva.

A CART, uma empresa Invepar Rodovias, administra o Corredor CART, que é formado pela SP-225 João Baptista Cabral Rennó, SP-327 Orlando Quagliato e SP-270 Raposo Tavares, no total de 834 quilômetros entre Presidente Epitácio e Bauru, sendo 444 no eixo principal e 390 quilômetros de vicinais. A concessionária está inserida no Programa de Concessões Rodoviárias do Governo do Estado de São Paulo, fiscalizado e regulamentado pela ARTESP - Agência Reguladora de Transportes do Estado de São Paulo.