Juventude + experiência: a soma que faz do Palmeiras candidato a títulos

Prass destaca a força do elenco do Verdão e comemora o fato de o time base ter uma mescla boa entre a garotadas e os veteranos: "Pensando em futuro é bom" Por Felipe Zito e Rodrigo Faber São Paulo FACEBOOK TWITTER

Por DaCidade 19/05/2016 - 12:51 hs
Foto: Cesar Greco/Ag. Palmeiras/Divulgação
Juventude + experiência: a soma que faz do Palmeiras candidato a títulos
Fernando Prass é um dos líderes do elenco do Verdão

Cuca ainda trabalha para fechar o elenco do Palmeiras para as disputas do Campeonato Brasileiro e da Copa do Brasil. Mas, com uma base definida e um time mais jovem, o Verdão agora é visto como um dos candidatos aos títulos das competições nacionais de 2016.

Da equipe titular que estreou no Brasileirãogoleando o Atlético-PR, no último sábado, mais da metade tem 24 anos ou menos: Tchê Tchê (23), Thiago Martins (21), Vitor Hugo (24), Matheus Sales (21), Róger Guedes (19) e Gabriel Jesus (19). Os experientes Fernando Prass (37 anos), Egídio (29), Jean (29), Cleiton Xavier (33) e Lucas Barrios (31) completam a escalação.

– Futebol você tem de ter equilíbrio de jovem e experiente, força e velocidade. Conseguimos montar um grupo. Espero que com contratempos (campeonato longo, lesões, suspensões...), pelo grupo que temos, possamos ter uma regularidade. Pensando em futuro é bom, você tem um time para longo prazo – avaliou Fernando Prass, que destacou o fortalecimento palmeirense que credencia o clube aos títulos nacionais.

– Estou vendo o trabalho que vem sendo feito, o encaixe da comissão técnica com a diretoria. Tenho otimismo e expectativa muito boas para este ano. Acredito que possamos chegar bem nas duas competições. Entre chegar brigando e ser campeão às vezes é um detalhe mínimo. Acho que o Palmeiras está muito forte – acrescentou o camisa 1.

Gabriel Jesus Fernando Prass Palmeiras (Foto: César Greco / Ag. Palmeiras / Divulgação)Jesus, representante da juventude, e Prass, o mais experiente (Foto: César Greco / Ag. Palmeiras / Divulgação)

Do time que conquistou a Copa do Brasil do ano passado, apenas Lucas Taylor, Jackson e Robinho não continuam mais no Verdão - o zagueiro retornou ao Internacional e hoje atua pelo Bahia, enquanto o lateral-direito foi emprestado ao Criciúma e o meia, ao Cruzeiro.

Com 181 jogos com a camisa palmeirense, Prass aposta na manutenção da base e afirma que, agora com uma formação capaz de misturar experiência e juventude, o grupo palmeirense tem um futuro promissor.

– Sou o jogador que mais tenho jogos aqui. Daqui a alguns anos o Palmeiras pode ter cinco ou seis jogadores com 100, 200 jogos. Os resultados vêm mais rapidamente – avaliou.

– É a primeira vez que temos uma base do ano anterior. A maioria vinha jogando. De 2013 para 2014 mudou muito, de 2014 para 2015 nem se fala. Este ano temos uma base, e ano que vem, se mantiver, vamos estar mais fortes ainda. E também a continuação do comando, ter um comandante há bastante tempo e conhecendo bem o grupo – completou o goleiro.

Próximo adversário do Palmeiras: Ponte Preta
Local: Moisés Lucarelli, Campinas-SP
Data e horário: sábado, 16h (horário de Brasília)
Escalação provável: Fernando Prass (Vagner); Tchê Tchê, Thiago Martins, Vitor Hugo e Egídio; Matheus Sales, Jean e Cleiton Xavier; Róger Guedes (Dudu), Gabriel Jesus e Lucas Barrios.
Desfalques: Edu Dracena, Roger Carvalho, Régis, Leandro Almeida
Arbitragem: Leandro Pedro Vuaden (RS-Fifa) apita auxiliado por Daniel Paulo Ziolli (SP) e Ricardo Pavanelli Lanutto (SP).
Transmissão: Premiere