O varejo de vestuário é o foco do novo projeto do Sebrae-SP em Botucatu e está com as inscrições abertas para formação de um grupo de empresas que receberão atendimento específico para enfrentar o atual cenário brasileiro.

O setor é caracterizado por ter um alto nível de fragmentação, formado principalmente por pequenas empresas e lojas varejistas locais. Por ter uma baixa barreira de entrada, novas empresas se instalam e começam a operar, porém a mortalidade é alta para aquelas que não estão preparadas, ainda mais diante do cenário desafiador.

O projeto é formado por um conjunto de ações individuais e coletivas e inclui uma atuação em três frentes: Gestão, tecnologia e inovação e acesso a mercados. "A reclamação do setor é que as vendas caíram. E o objetivo do projeto é ajudar essas empresas, através das ações propostas, da mudança de comportamento do empresário frente aos desafios e da implantação de ferramentas de gestão, é aumentar o faturamento aliado a uma redução de custos e despesas ", afirma o gestor do projeto, Henrique Teixeira.

Botucatu registra 1.102 empresas no setor. Em geral, os negócios são caracterizados por terem pouca escala, pequena base de fornecedores e baixa eficiência operacional. Para ajudar a superar essas dificuldades, o projeto terá ações como cursos, consultorias, oficinas tecnológicas, atendimentos individuais missões em feira do setor.

O projeto terá duração de um ano e tem como foco estratégico a Gestão empresarial eficaz, a inovação implantada e aplicada e mercados mantidos e novos mercados conquistados, além da melhoria e desenvolvimento de Fornecedores.

 Mais informações e inscrições, entrar em contato pelo telefone (14) 3811-1710 com Henrique Teixeira.  

 

 

Fonte: Henrique Teixeira