Secretaria de Infraestrutura anuncia retomada das obras da nova rotatória na entrada da cidade

Obras visam à melhoria da distribuição do fluxo de veículos na ligação entre a rodovia João Hipólito Martins e a Avenida José Pedretti Netto.

Por Redação 16/01/2017 - 10:59 hs
Foto: Divulgação

A Secretaria Municipal de Infraestrutura anuncia para esta semana, a retomada das obras voltadas à melhoria da distribuição do fluxo de veículos na ligação entre a rodovia João Hipólito Martins (Castelinho) e a Avenida José Pedretti Netto, na principal entrada da Cidade. Em entendimento com a empresa Ricardo Tortorella, responsável pela execução dos serviços, foi definido que se as condições climáticas forem favoráveis os trabalhos no local serão reiniciados nesta segunda-feira (16).  

O projeto prevê a construção de uma rotatória na confluência da Avenida José Pedretti Netto com a Rua Emílio Cani, nas proximidades do recinto JVC Eventos. Além de oferecer mais segurança e conforto aos motoristas e pedestres que circulam pela região, o projeto também prestará homenagem a um dos maiores nomes da arquitetura brasileira: o urbanista botucatuense Oswaldo Bratke.

A proposta contempla a construção de uma grande rotatória que disciplinará o trânsito e o acesso para bairros em expansão como a Vila Assumpção, Cecap e Vila São Benedito. A obra permitirá o alargamento da Rua Emílio Cani, que passará de 8 metros para 12 metros de largura, modernizando o acesso a equipamentos importantes como a Incubadora de Empresas, a UNITE (Universidade do Trabalhador e do Empreendedor), ao futuro Hospital da Unimed e à futura unidade do Supermercado Confiança, que se encontra em construção. O novo dispositivo de segurança também permitirá acesso mais rápido e seguro ao Pronto Socorro Municipal, na Rua Joaquim Lyra Brandão.

Além da rotatória, o projeto prevê a construção do chamado “Memorial Oswaldo Bratke”, que inclui a confecção de um pórtico com estrutura metálica em aço, além de chafariz e espelho d´água. O projeto, de autoria de Carlos Bratke (filho de Oswaldo) foi doado à Prefeitura. A execução da obra foi viabilizada com recursos obtidos junto a três deputados federais – Otoniel Lima (PRB), Mara Gabrilli (PSDB) e Eli Correa Filho (DEM) – no valor total de R$ 883.800,00. 

No ano passado, equipes da Secretaria de Infraestrutura executaram a retirada de parte do alambrado e reconformação do talude em uma parte do terreno do recinto JVC que permitirá alargar em 4 metros a Rua Emílio Cani. O trecho da Castelinho na entrada da Cidade ganhará terceira pista em ambos os lados. A CPFL também já realizou a troca e realinhamento dos postes.

A retomada dos trabalhos será iniciada com a preparação para o alargamento da Emílio Cani. O setor de topografia da Prefeitura já realizou toda a marcação que norteará a retirada do pavimento atual. A previsão é que essa etapa da obra se estenda pelo prazo de 40 dias.

“O trânsito hoje é muito caótico para quem quer sair da Emílio Cani, pegar a Castelinho e acessar a Marechal Rondon. Com a nova rotatória o fluxo será todo disciplinado. Em algum momento serão necessárias interdições parciais na pista para avançarmos com as obras. Nosso planejamento é causar o menor transtorno possível aos usuários”, informa o diretor de Obras, Rafael Athanazio.