João Cury decide rescindir contratos com empresas de ônibus

O processo tramitará na esfera administrativa oferecendo prazo para que as empresas possam se manifestar. Mas, segundo o prefeito, a decisão é irrevogável.

Por Redação 22/12/2016 - 11:48 hs
Foto: Divulgação
João Cury decide rescindir contratos com empresas de ônibus
João Cury salienta que a decisão é irrevogável.

Em coletiva de imprensa realizada na tarde desta quarta-feira (21), o prefeito João Cury Neto anunciou a decisão de rescindir os contratos com as empresas Stadtbus Transportes Ltda. e Reta Rápido Transportes Ltda., responsáveis pela operação do serviço de transporte coletivo em Botucatu. A medida foi tomada em razão do não cumprimento de cláusulas contratuais e pela má qualidade dos serviços prestados à população.

Durante o dia, representantes das empresas foram informados sobre a decisão e deverão ser notificados oficialmente ainda hoje (22). O processo tramitará na esfera administrativa oferecendo prazo para que as empresas possam se manifestar. Mas, segundo o prefeito, a decisão é irrevogável. 
"Chegamos no limite. Há quase noventa dias estamos ouvindo promessas que não se confirmaram. O serviço só piorou. Não posso carregar uma faca no pescoço correndo risco de acontecer uma tragédia. A decisão de rescindir os contratos com as duas empresas está tomada e só poderá ser revertida pela justiça".

Na avaliação do prefeito, o grande volume de problemas registrados nos últimos meses não está diretamente ligado à viabilidade do sistema de transporte público, mas sim, a falta de investimentos, manutenção e gestão por parte das empresas. Por contrato, a Stadtbus e a Reta Transportes deverão continuar operando os serviços até que uma nova empresa seja contratada em caráter emergencial.Questionado sobre os desdobramentos que a decisão poderá proporcionar, o chefe do Executivo garantiu que serão adotadas todas as medidas para minimizar eventuais prejuízos à população.  

"Partiremos para uma contratação emergencial que nos permitirá trabalhar em um novo processo licitatório. Nosso governo nunca se furtou de enfrentar as dificuldades e superar os desafios. Estamos respaldados pela vontade popular. A população saberá entender que estamos tomando essa medida pensando na melhoria da qualidade do serviço", afirma Cury.