Botucatu: Manifestantes fazem protestos em apoio à Lava Jato

Atos também foram realizados em Marília e Bauru.

Por DaCidade 04/12/2016 - 20:47 hs

Botucatu: Manifestantes fazem protestos em apoio à Lava Jato
Foto: Romulo D'Avila/ TV TEM

O protesto em Botucatu reuniu cerca de 150 pessoas, segundo os organizadores. A Polícia Militar não acompanhou o ato. Eles se concentram no Largo da Catedral por volta das 14h30, no centro da cidade.

Os manifestantes levaram faixas, bandeiras e cartazes com frases contra a corrupção e os presidentes da Câmara dos Deputados e do Senado, Rodrigo Maia e Renan Calheiros. Eles cantaram o Hino Nacional e permaneceram concentrados no Largo da Catedral até às 16 horas, quando o ato terminou.

Em Bauru, os manifestantes se concentraram nesta manhã na Avenida Getúlio Vargas. Segundo organizadores cerca de 2,5 mil pessoas participaram do ato e de acordo com a Polícia Militar, que acompanhou a manifestação, foram 1,5 mil. O ato terminou por volta das 12 horas na Praça Portugal.


A concentração começou às 10 horas em frente à sede da Polícia Federal. A maioria dos manifestantes vestia camisas nas cores da bandeira do Brasil e uma faixa com dizeres de apoio ao juiz Sérgio Moro foi colocada em um caminhão de som.

Antes de sair em caminhada pela avenida foram realizados discursoso e foi cantado o Hino Nacional. Depois, por volta das 10h30, os manifestantes começaram a passeata. O ato terminou na Praça Portugal, onde novamente os manifestantes cantaram o Hino Nacional

Marília
Em Marília, os manifestantes se reuniram na Praça Saturnino de Brito em frente à prefeitura por volta das 14h30. Cerca de 220 participaram do ato, segundo os organizadores, já a Polícia Militar estimou 150. A maioria vestia camisas com as cores da bandeira do Brasil e levavam cartazes com frases contra a corrupção e de apoio à Lava Jato.


Por volta das 15 horas, eles saíram em passeata pela Avenida Sampaio Vidal, que precisou ser interditada durante a caminhada, que durou cerca de meia hora. O ato foi encerrado após a passeata.


Fonte: G1