Almoço encerra 9º curso de Turismo Rural em Botucatu

O encontro foi coroado com um almoço caipira preparado e organizado pelos 18 alunos que concluíram os 10 módulos do curso.

Por Redação 21/11/2016 - 14:50 hs
Foto: Divulgação
Almoço encerra 9º curso de Turismo Rural em Botucatu
O curso já qualificou mais de 150 pessoas.
Domingo (20), na Chácara Floratta, no Recanto Árvore Grande, região oeste de Botucatu, aconteceu o encerramento do curso de Turismo Rural -2016, promovido gratuitamente pelo Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (Senar), em parceria com o Sindicato Rural de Botucatu e apoio da Secretaria de Esportes, Lazer e Turismo e Assistência Social.
 
O encontro foi coroado com um almoço caipira preparado e organizado pelos 18 alunos que concluíram os 10 módulos do curso ao longo do ano, que totalizou 240 horas de atividades práticas e teóricas. Dentro dele os alunos tiveram aulas sobre atendimento, hospedagem, gastronomia, turismo de aventura, administração e ações que poderão ser aplicadas na propriedade rural.
 
De acordo com Luciana Alho, instrutora do curso e assessora de Turismo pela Prefeitura de Botucatu, esta é a nona turma deste curso, que já qualificou mais de 150 pessoas. “Já estamos colhendo os frutos. Vários donos de propriedades que fazem parte do livro Sabores da Cuesta [lançado este ano] saíram deste curso. Tenho aluno que foi abrir negócio depois de três anos após fazer o curso, porque o conhecimento fica. Isso são sementes que estamos plantando”, argumenta.
 
Na avaliação do vice-prefeito de Botucatu, Antonio Luiz Caldas Jr., que prestigiou evento, o curso potencializa ainda mais a vocação turística de Botucatu junto à população. “Tem lugares no mundo que o turismo é inventado. Mas em Botucatu, nossa política foi mostrar tudo aquilo que nossa Cidade já tinha de bom. Organizamos isso e demos uma formação técnica para que as pessoas pudessem exercer essa atividade com profissionalismo”, justifica.
 
Sueli Martines de Oliveira Damatto tem 65 anos e conta que, além do curso de Turismo Rural, já concluiu um curso de Embutidos e ainda está participando de outro, de Produção de Uvas, em parceria com o Senar e Sindicato Rural. “Já tinha chácara e costumo alugar ela para feriados e fins de semana. Hoje já estou estudando em abrir ela também para servir cafés da manhã ou da tarde”, conta.
 

Os interessados em participar do próximo curso de Turismo Rural em Botucatu deverão ficar atentos às inscrições, que sempre ficam abertas entre janeiro e fevereiro de cada ano.